Última hora

Última hora

Obama diz ter a autoridade necessária para tomar medidas e destruir o Estado Islâmico

Em leitura:

Obama diz ter a autoridade necessária para tomar medidas e destruir o Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente norte-americano frisou, esta terça-feira, num encontro com os líderes do Congresso, que tem a autoridade necessária para tomar medidas para destruir o Estado Islâmico e garantiu que a Casa Branca não vai pedir aprovação ao Congresso para o seu plano.

Barack Obama está empenhado na luta contra este grupo extremista que ameaça não apenas os países onde está implementado mas todos os outros.

“A ONG Rand Corporation fez saber, durante o verão, que há o dobro de terroristas no ativo, hoje, do que havia no dia em que o Presidente assumiu o cargo. Temos uma ameaça séria que tem de ser tratada a vários níveis”, explicou o porta-voz da Casa Branca, John Boehner.

A agência de notícias Reuters adianta que uma milícia xiita está a avançar em Tikrit, a cerca de 140 quilómetros de Bagdade.

Também a milícia Saraya Salam, leal ao clérigo iraquiano Moqtada al-Sadr, afirmou ter feito recuar homens do Estado Islâmico, em Banat Al Hassan, na mesma região.

O ISIL controla Tikrit, desde junho, mas o exército iraquiano e as milícias locais têm vindo a tentar recuperar o controlo.

Entretanto a agência de notícias EFE diz que 68 pessoas, da minoria curda yazidi, feitas reféns pelo Estado Islâmico, em Mossul, fugiram.