Última hora

Última hora

Começou a caça aos indecisos na Escócia

Em leitura:

Começou a caça aos indecisos na Escócia

Tamanho do texto Aa Aa

A uma semana do referendo sobre a independência da Escócia, multiplicam-se as ações para convencer os indecisos.

Cerca de 15 por cento do eleitorado, ainda, não decidiu se quer ou não manter-se no Reino Unido

As sondagens mostram que a luta vai ser renhida, mas o chefe de Governo escocês está confiante na vitória do “sim.”

“A Escócia está a um passo de fazer história. Como país estamos a redescobrir a nossa autoconfiança. Enquanto, nação estamos a finalmente a ter uma voz. Esta quarta-feira, David Cameron disse o quanto admira e respeita os escoceses, mas nos bastidores tanto o governo como o consultor do primeiro-ministro britânico estavam a tentar convencer os empresários a dar uma imagem negativa da Escócia” afirma Alex Salmond.

O líder do Partido Nacionalista Escocês diz que em curso está uma campanha para deturpar a realidade. Em causa as informações vindas a público sobre a mudança das operações do Royal Bank Of Scotland para Inglaterra – se a opção for a independência – e que, de acordo com Salmond, não correspondem à verdade.

A fazer campanha pelo “não” estão conservadores, liberais democratas e trabalhistas britânicos que uniram esforços para manter a Escócia num reino que conta com mais de 300 anos.