Última hora

Última hora

Secessão da Escócia implica negociações sobre a moeda, petróleo e ouro

Em leitura:

Secessão da Escócia implica negociações sobre a moeda, petróleo e ouro

Tamanho do texto Aa Aa

A Escócia dispõe de uma forte identidade, um parlamento próprio, uma indústria de turismo sólida, mas será que isso chega para se tornar independente, separando-se do Reino Unido?
A economia britânica vale 2.443 mil milhões de euros e a escocesa vale apenas 193 mil milhões de euros.
Os mercados de ambbos são incomparáveis. Para o empresário escocês, Allan Watson, a Escócia vai perder o acesso ao grande mercado britânico, o que é uma desvantagem:
“Se vou negociar com a população da Escócia, de cinco ou seis milhões de pessoas, comparando com a poipulação inglesa, de cerca de 60 milhões, passo a vender apenas a um décimo. Não vou conseguir sobreviver com um décimo dos clientes.”
Por outro lado, que moeda terá uma Escócia independente? Apesar dos escoceses imprimirem o próprio dinheiro, desde 1695, antes da união com Inglaterra, a moeda é a mesma para todo o Reino Unido.
É sobre este facto que se baseia o líder independentista Alex Salmond, que garantiu que vai manter a mesma moeda depois de romper com Londres.
Mas a capital britânica não pretende manter a união monetária com uma Escócia independente. Há, no entanto, opiniões diferentes, como a do professor Duncan Rose, da Universidade de Glaskow: “No meu ponto de vista, a ausência de uma união monetária vai tornar as coisas difíceis para uma Escócia independente, mas não acredito que aconteça. E se acontecer, haverá outras opções em torno de uma moeda independente”.

A secessão também implica negociações sobre os recursos e mesmo sobre o petróleo do Mar do Norte, como defende um especialista em gestão de serviços públicos. Richard Kerley:

“Nos anos 70 e 80, havia o slogan do petróleo escocês, há mesmo um precedente internacional sobre a questão de decidir onde se situam as fronteiras no fundo do mar. não é muito simples….haverá uma negociação, uma discussão e um acordo entre a Escócia independente e o Reino Unido.”

No mesmo sentido, uma Escócia independente poderá reclamar a sua parte das reservas de ouro do Reino Unido: elevam-se a 9,84 mil milhões de euros, ou seja, em 18° lugar a nível mundial.

Outra tema complicado é como partilhar o reembolso da dívida soberana do Reino Unido, que se eleva a 600 mil milhões de euros.