Última hora

Última hora

Coreia do Norte condena norte-americano a seis anos de trabalhos forçados

Em leitura:

Coreia do Norte condena norte-americano a seis anos de trabalhos forçados

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte condenou um cidadão norte-americano a seis anos de trabalhos forçados, semanas depois de Washington ter apelado à libertação, “por razões humanitárias”, de três nacionais detidos no país.

O supremo tribunal anunciou este domingo a sentença contra Mathew Miller por “atos hostis” contra a Coreia do Norte.

As acusações incluem o facto do jovem de 24 anos ter rasgado o passaporte com o visto norte-coreano à entrada do território, alegadamente para pedir asilo ao país.

Miller era acusado ainda de “comportamento agressivo” e algumas fontes afirmam que teria sido igualmente condenado por “disfarçar-se de turista”.

Trata-se da segunda sentença da justiça norte-coreana a visar um cidadão norte-americano, depois da condenação de Kenneth Bae a 15 anos de prisão por pregar a fé cristã.

Um terceiro americano, Jeffrey Edward Fowle, encontra-se detido desde abril, acusado de ter abandonado uma bíblia num restaurante de Pyongyang.