Última hora

Última hora

PM ucraniano diz que Acordo de Associação abre via a adesão à UE

Em leitura:

PM ucraniano diz que Acordo de Associação abre via a adesão à UE

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro ucraniano diz que o Acordo de Associação assinado com a União Europeia abre a via à adesão do país ao bloco comunitário.

Na reunião do governo desta terça-feira, em Kiev, Arseny Yatseniuk afirmou que a Ucrânia tem agora a “tarefa ambiciosa” de implementar completamente o pacto até 2017.

O chefe do executivo frisou que “quanto mais rápido a União Europeia vir que estamos a implementar o acordo, mais rápido teremos a oportunidade de apresentar a nossa candidatura à adesão europeia; de dizer que satisfazemos todos os critérios, segundo o artigo 49 do acordo, e de nos apresentarmos como elegíveis para a adesão à União Europeia”.

Os parlamentos ucraniano e europeu ratificaram simultaneamente, esta terça-feira, o Acordo de Associação Ucrânia-União Europeia mas, para apaziguar as tensões com a Rússia, ficou decidido adiar até ao fim de 2015 a parte que diz respeito ao livre comércio.

Ainda assim, Moscovo não deixou de criticar o pacto. O Kremlin receia o afastamento da ex-república soviética da sua esfera de influência e o impacto negativo para a sua economia.