Última hora

Última hora

Alistar Darling defende a união da Escócia e do Reino Unido

Em leitura:

Alistar Darling defende a união da Escócia e do Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

Alistair Darling nasceu em Londres, em 1953, formou-se em direito na Universidade de Anerdeen, e é um experiente político, tendo sido eleito, pela primeira vez, em 1987, em Westminster, pelo Partido Trabalhista.
É líder, há dois anos, da campanha “Juntos é melhor”. Sem nunca perder a fleuma, explica os argumentos:
“Se decidirmos separar-nos, não há ponto de retorno. Este não é um voto de protesto, não é como uma eleição legislativa em que se quer castigar o governo, é uma decisão que afeta não apenas a nossa geração mas as gerações futuras.”

Este trabalhista tranquilo já viu outras tempestades. Em 2007 foi nomeado ministro das Finanças por Gordon Brown, quando este se tornou primeiro-ministro depis de anos à frente das Finan4as do Reino Unido. No verão de 2008, vendo chegar a tempestade financeira avisou todos do que estava para chegar, o que se virou contra ele. Mais tarde, deram-lhe razão e ele mostrou-se um bom timoneiro durante a crise do sistema bancário.

A euronews entrevistou-o em 2012, quando lançou o movimento “Juntos é melhor”. Disse então que o todo era uma vantagem, não só por causa da união económica mas, porque nestes tempos de incerteza, fazer um desvio para um destino desconhecido era um erro, a independência da Escócia seria um erro:

“A Escócia vale mais como parte integrante do Reino Unido, assim como o RU se porta melhor com a Escócia. Somos mais do que a soma dos dois, temos uma união económica que desviarmo-nos dela será incorrer em riscos inconsiderados.”

Alistar Darling conta vencer o carismático Alex Salmonsd com o peso da razão.