Última hora

Última hora

É a questão do dia: "deve a Escócia ser um país independente"?

Em leitura:

É a questão do dia: "deve a Escócia ser um país independente"?

Tamanho do texto Aa Aa

Os escoceses estão mais mobilizados que nunca. Cerca de quatro milhões de eleitores decidem, hoje, se a Escócia passa a ser um país independente.

Um sonho de infância que o primeiro-ministro escocês espera ver concretizado. Rosto da campanha pelo sim, Alex Salmon, colocou Westminster à beira de um ataque de nervos.

Na tentativa de contrariar a vantagem do sim registado nos estudos de opinião, na reta final da campanha, antigos e atuais dirigentes políticos britânicos rumaram em direção a Edimburgo. Uma aposta que, de acordo com as últimas sondagens terá permitido conquistar apoiantes.

Em dia de referendo, as divisões saltam à vista. “Quero muito uma Escócia independente, um país diferente e mais social onde não exista uma diferença entre ricos e pobres” refere uma eleitora. “Penso que a campanha pelo sim não foi suficientemente convincente. Mostraram o que de melhor podia acontecer, mas esqueceram o lado menos positivo” afirma um eleitor.

Os mais recentes estudos de opinião apontam para um empate técnico.

As mesas de voto abriram às 07h00 e encerram às 22h00.

Os resultados são esperados esta sexta-feira.