Última hora

Última hora

Escócia decide futuro

Em leitura:

Escócia decide futuro

Tamanho do texto Aa Aa

Dia histórico para a Escócia que hoje vai às urnas para escolher o seu futuro em relação ao Reino Unido.

Mais de 4 milhões de pessoas estão registadas para votar no referendo de independência. Moradores com mais de 16 anos devem responder ‘sim’ ou ‘não’ à pergunta: “A Escócia deverá se tornar um país independente?”

Do lado dos separatistas não faltam argumentos.

O primeiro-ministro, Alex Salmond: “A independência não é uma varinha mágica Existem coisas que podem correr mal? Podem. Existem desafios a superar? Sem dúvida. Mas a minha pergunta é a seguinte?: Quem melhor para responder a estes desafios que as pessoas que vivem e trabalham neste país? “

Em caso de vitória do Sim, a Grã-Bretanha, que juntamente com a Irlanda do Norte forma o Reino Unido, ficaria sem 5,3 milhões de habitantes.

Alistair Darling, ex-chefe do Tesouro britânico alerta: “Os riscos de separação são muitos, que fique muito claro. Lembrem-se, quando forem às urnas que não estamos a votar para um partido a prazo ou um governo. Estamos a escolher o futuro da Escócia para sempre. Se votarmos pela separação não há como voltar atrás. “

Nesta última semana milhares de pessoas foram às ruas para manifestar as suas posições. O Não parece ganhar terreno segundo as últimas sondagens mas o número de indecisos pode trazer surpresas.