Última hora

Última hora

Meia dúzia para o Porto com Brahimi inspirado, Zahovic aproveita desinspiração do Sporting

Em leitura:

Meia dúzia para o Porto com Brahimi inspirado, Zahovic aproveita desinspiração do Sporting

Tamanho do texto Aa Aa

O FC Porto de Lopetegui arrasou na estreia na Liga dos Campeões, castigando os bielorrussos do BATE Borisov com uma goleada por 6-0.

O triunfo dos dragões nunca esteve em causa, logo aos cinco minutos Yacine Brahimi abriu o ativo. O atacante argelino foi a grande figura do encontro, marcou por três vezes antes de ser substituído por Evandro ainda antes da hora de jogo.

O inevitável Jackson Martínez, Adrián e Aboubakar também fizeram o gosto ao pé.

E se no Estádio do Dragão os adeptos tiveram direito a uma verdadeira chuva de golos, em Maribor os adeptos só tiveram direito a dois, um para cada equipa.

Os leões dominaram o encontro e quando Nani abriu o ativo a dez minutos dos noventa, poucos duvidaram que o Sporting iria conquistar os três pontos no regresso à Liga milionária.

Infelizmente, no futebol não há vencedores antecipados e no último suspiro do encontro, Luka Zahovic aproveitou um erro da defesa do Sporting para restabelecer a igualdade.

Roma dá espetáculo, Barcelona sofre
No Olímpico de Roma a equipa da casa fez o que quis do CSKA de Moscovo. Ainda mal passava da meia hora de jogo e já os romanos venciam por 4-0.

Com triunfo garantido levantaram o pé do acelerador, ainda assim o resultado final não deixa margem para dúvidas: 5-1.

O outro jogo do Grupo E era o jogo grande da noite, entre Bayern de Munique e Manchester City, mas os adeptos tiveram de esperar pelos descontos para viverem algumas emoções fortes.

O Bayern teve mais posse de bola, como seria de esperar, mas sem conseguir encontrar a fórmula para bater Joe Hart. Veio do coração da defesa o herói dos bávaros.

Jérôme Boateng, já nos descontos, marcou o tento solitário da partida.

No Grupo E, o Barcelona impôs-se ao APOEL em Camp Nou pela margem mínima. Mário Sérgio, Nuno Morais e Tiago Gomes foram titulares nos cipriotas e à semelhança dos companheiros de equipa, fizeram das tripas coração.

Obrigaram o Barcelona a sofrer mas (quase) nunca tiveram arte nem engenho para ameaçar os espanhóis. Manduca foi a exceção, obrigando Marc-Andre ter Stegen a uma grande defesa para evitar o escândalo já nos descontos.

Gerard Piqué marcou de cabeça o único golo da partida na sequência de um livre apontado por Lionel Messi.

Em Amesterdão, Ajax e PSG diviriram os pontos.

No Grupo G, dois jogos, o mesmo resultado. Além da igualdade do Sporting na Eslovénia, também Chelsea e Schalke se ficaram por um empate a uma bola em Stamford Bridge.

O único nulo da primeira jornada da Liga dos Campeões teve lugar no Estádio de San Mamés, entre Athletic Bilbao e Shakhtar. Um resultado que deixa o FC Porto isolado na liderança do Grupo H.