Última hora

Última hora

Pressionado sobre política interna, Hollande anuncia intervenção aérea no Iraque

Em leitura:

Pressionado sobre política interna, Hollande anuncia intervenção aérea no Iraque

Pressionado sobre política interna, Hollande anuncia intervenção aérea no Iraque
Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que as questões internas fazem cada vez mais pressão sobre François Hollande, o presidente francês escolheu as questões externas para a conferência de imprensa semestral e anunciou que a França vai ajudar o Iraque na luta contra o Estado Islâmico, através de um apoio militar aéreo.

“O nosso objetivo é contribuir para a paz e para a segurança no Iraque, enfraquecendo os terroristas. Digo-o claramente que este apoio aéreo é uma necessidade. Mas não vamos para além disso. Não vai haver tropas terrestres francesas e não vamos intervir noutro local que não no Iraque”, disse o presidente.

Apesar de insistir sobre a política externa, Hollande não pôde evitar perguntas sobre a situação interna, numa altura em que tem uma taxa de popularidade de apenas 13%: Não está escrito em lado nenhum da Constituição, que o poder deva ser exercido conforme as sondagens. Nesse caso estaríamos não em democracia, mas sim a ser governados pela opinião pública, o que a constituição felizmente não prevê”.

Hollande congratulou-se com a aprovação da moção de confiança ao governo de Manuel Valls, mas não quis dizer se será ou não candidato às presidenciais de 2017. Também não se pronunciou sobre o provável regresso à política ativa do antecessor, Nicolas Sarkozy.