Última hora

Última hora

Enterprise Europe: A vantagem de trabalhar em rede

Em leitura:

Enterprise Europe: A vantagem de trabalhar em rede

Tamanho do texto Aa Aa

O Business Planet deslocou-se até Londres. Objetivo mostrar a eficácia da rede Enterprise Europe, onde se concentram milhares de PME e organismos europeus, e ainda de duas dezenas de países fora da União Europeia.

Ele já recebeu inúmeros prémios. Os seus produtos aparecem frequentemente nas mais reputadas revistas de decoração britânicas. O designer Jim Rokos é conhecido por trabalhar o vidro. Uma das suas últimas criações é um vaso que desafia o equilíbrio. Para o conseguir produzir, Jim recorreu à rede Enterprise Europe, que o colocou em contacto com uma fábrica na República Checa. “Só precisávamos de 200 unidades. Foi um desafio encontrar um fabricante que aceitasse uma encomenda tão reduzida e que cumprisse os requisitos do mercado de luxo”, explica Rokos.

Foi no coração das Montanhas dos Gigantes, entre a República Checa e a Polónia, que encontramos os parceiros empresariais de Jim, naquela que é uma das mais antigas e prestigiadas fábricas de vidro do mundo. Foi graças ao trabalho da rede Enterprise Europe em Londres e Praga, e graças aos milhares de contactos que têm e ao conhecimento do terreno, que Jim conheceu Petr, o responsável pela fábrica que lhe propôs preços muito competitivos. “Pode ser muito complicado trabalhar com designers modernos. No entanto, são experiências que nos trazem novas ideias e nos tornam mais apelativos”, afirma Petr Novosad.

Numa questão de meses, e sem nunca se terem encontrado pessoalmente, Jim e Petr encetaram uma colaboração frutífera. A produção acaba de arrancar. Jim revela que “Petr começou a produzir, encontrou também embalagens de madeira muito interessantes. Já estamos a pensar no próximo projeto, que vai ser um decantador de vinho.”

Petr também está satisfeito com o trabalho da Enterprise Europe e pretende aprofundar a colaboração, no sentido de procurar novas oportunidades na rede, de forma a diversificar as suas capacidades: “Trabalhar com esta rede forneceu-nos uma ligação direta a um novo cliente. O serviço é gratuito e temos a garantia de que são clientes sérios e empenhados.”

Para Jim Rokos, as três chaves do sucesso são: “criar um produto que seja muito atraente; manter os colaboradores satisfeitos; e não hesitar em pedir ajuda na sua própria rede, caso seja necessário.”