Última hora

Última hora

Escoceses prontos a cobrar promessas a Londres

Em leitura:

Escoceses prontos a cobrar promessas a Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Os ânimos estão moderados na Escócia, mas os escoceses estão, obviamente, divididos, após a tormenta do referendo que atravessou a nação.

Nas ruas de Edimburgo, a nossa enviada recolheu opiniões esta sexta-feira:

“Estou devastada pelo resultado de hoje e penso que as pessoas vão descobrir horrivelmente, em poucos meses, que foram enganados”, diz uma jovem.

Para os unionistas a mensagem é clara:
“A vontade de independência nunca vai desaparecer, não se pode matar esse desejo, mas, de qualquer forma, temos uma maioria suficiente para não pensar mais no assunto por mais 15 ou 20 anos”.

Para o analista e professor de Políticas Públicas na Universidade de Edimburgo, Jan Eichhom, o referendo abanou o equilíbrio da União.

“Isto não é uma questão menor. Isto vai implicar uma mudança estrutural na constituição do Reino Unido. E tem que ser feita, porque se for descurada vai resultar em maiores movimentos de independência”
.

Os escoceses mostram que não vão deixar passar as promessas que lhes foram feitas e que é hora de Londres mostrar que está à altura da confiança que lhe foi testemunhada.