Última hora

Última hora

Espanha: Referendo na Catalunha com "legitimidade reforçada", diz Artur Mas

Em leitura:

Espanha: Referendo na Catalunha com "legitimidade reforçada", diz Artur Mas

Tamanho do texto Aa Aa

No rescaldo da derrota dos partidários da independência da Escócia, os defensores da autodeterminação da Catalunha dizem-se ainda mais determinados em seguir em frente com o referendo.

Acima de tudo, pretendem uma consulta popular, como direito democrático, explica o presidente da região autónoma da Catalunha, Artur Mas.

“De facto, o processo catalão é baseado sobretudo baseado num ato democrático, consequentemente, sobre o direito ao voto. Na Escócia votaram, insisto, e esse é o bom caminho. Nesse sentido, o processo catalão sente-se reforçado”, adianta.

O primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy pretende impedir a consulta popular pois diz ser inconstitucional.

Mas o projeto de referendo está nos planos de quem pretende ver a autodeterminação catalã respeitada. Uma autodeterminação que poderá muito bem resultar na independência da região, se o “sim” vencer – como mostrou uma consulta popular simbólica em 2009 – e for respeitado.