Última hora

Última hora

Lesões ditam o fim da carreira de Na Li

Em leitura:

Lesões ditam o fim da carreira de Na Li

Tamanho do texto Aa Aa

“As lesões crónicas impedem-me de voltar a jogar ao meu melhor nível”. Foi desta forma que Na Li justificou a decisão de abandonar o ténis profissional.

A chinesa de 32 anos admite que se tratou da decisão mais difícil da carreira mas que depois de quatro operações aos joelhos, três ao direito, e centenas de injeções para aliviar o inchaço e a dor, o corpo pedia-lhe para parar.

Desde junho que Na Li não pega numa raqueta, quando foi eliminada na terceira ronda do torneio de Wimbledon.

Ainda assim fica para a história como a melhor tenista asiática de sempre, sendo a atual detentora do título no Open da Austrália.

Foi duas vezes finalista vencida no Estoril, em 2005 e 2006, mas o grande momento da carreira aconteceu em 2011 quando venceu o primeiro Grand Slam na catedral da terra batida, Roland Garros.

Atingiu o segundo lugar do ranking WTA, no passado mês de fevereiro, mais nunca conseguiu chegar ao topo do ténis mundial.