Última hora

Última hora

Negociações sobre nuclear iraniano sem acordo à vista

Em leitura:

Negociações sobre nuclear iraniano sem acordo à vista

Tamanho do texto Aa Aa

As negociações sobre o programa nuclear iraniano parecem ainda longe de um acordo, quando está prevista para esta sexta-feira uma reunião, em Nova Iorque, entre Teerão e o grupo 5+1, que inclui os membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e a Alemanha.

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Mohamad Zarif referiu ontem a possibilidade de se alcançar apenas um “roteiro” comum, a menos de três meses de expirar o prazo para um entendimento, no dia 24 de novembro.

Em causa está a possibilidade do ocidente aligeirar as sanções ao país caso Teerão aceite limitar as atividades de enriquecimento de urânio, afastando o receio de uma bomba atómica iraniana.

Para o analista Reza Marashi, “a atmosfera das negociações é positiva e há razões para estarmos otimistas. Mas é importante ponderar os obstáculos que permanecem assim como um cenário bastante perigoso para o mundo, caso este processo se interrompa”.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, afirmou ontem esperar um acordo completo para encerrar as negociações, enquanto a União Europeia e a Casa Branca renovaram o apelo a Teerão para que coopere com os inspetores internacionais.

“Para conseguirmos uma solução pacífica duradoura para o conjunto de conflitos que inflama a região é preciso obter um acordo que garanta a segurança de todas as partes. Não há outra possibilidade”, sublinha Marashi.

Segundo o último relatório da Agência Internacional de Energia Atómica, Teerão continuaria a recusar revelar os objetivos do seu programa nuclear.