Última hora

Última hora

Executivo europeu é alvo "natural" para terrorismo, diz especialista

Em leitura:

Executivo europeu é alvo "natural" para terrorismo, diz especialista

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar de só poder filmar o exterior, onde não era perceptível um aumento das medidas de segurança, a euronews sabe que as mesmas foram um pouco reforçadas no interior da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Sobre este edifício que alberga o executivo europeu ser um alvo dos extremistas islâmicos, o especialista em terrorismo Claude Moniquet explica que “a Comissão Europeia é um alvo, tal como o podem ser a NATO, a ONU ou a OCDE. São organizações internacionais que representam alianças de países”.

“No que se refere à União Europeia, é uma aliança de países democráticos contra os quais os islamitas afirmam estar em guerra e vêem a Comissão como o coordenador máximo de eventuais cruzadas contra o mundo muçulmano. Estão errados, mas é esse a forma como pensam”, acrescentou.

Um canal de TV holandês noticiou, este sábado, a detenção de um casal holandês de origem turca, suspeito de conspirar para atacar a Comissão. O casal tinha estado na Síria e foi detido na chegada a Bruxelas, em Agosto.

Claude Moniquet diz que se “o Estado Islâmico fizesse ataques na Europa, estaria a cometer um erro estratégico. Em vez dos países europeus se retirarem do Médio Oriente, iriam aumentar a participação na coligação contra este movimento”.

As autoridades belgas, responsáveis pela segurança da sede do executivo europeu, desmentiram notícias sobre o casal ter explosivos e acrescentaram não haver provas sólidas sobre intenção de atentado.