Última hora

Última hora

OMS: "Não deve ser proibido viajar para países com Ébola"

Em leitura:

OMS: "Não deve ser proibido viajar para países com Ébola"

Tamanho do texto Aa Aa

A Organização Mundial de Saúde (OMS) desaconselha os governos de proibirem os cidadãos de voar para os países afetados pelo surto de Ébola, para evitar um isolamento ainda maior destes países. No último relatório, a OMS diz que já morreram mais de 2600 pessoas, em cinco países de África Ocidental.

Algumas escolas da Nigéria voltaram a abrir, depois do fecho forçado durante alguns dias, para evitar o contágio do Ébola. Outras mantêm-se fechadas até ao fim do mês.

As autoridades sanitárias do país dizem que a epidemia está contida. A grande aposta tem sido na higiene. Os alunos e os pais estão a ser sensibilizados.

“Não queremos correr qualquer risco. Depois de passar pelos nossos controlos de segurança, em qualquer caso de febre o professor que estiver na sala de aula alerta os enfermeiros, que vão tomar os cuidados necessários”, diz Reisky Benson, diretor de uma escola em Abuja.

As escolas do país são agora obrigadas a ter luvas, equipamento de desinfeção e aparelhos de infravermelhos próprios para despistar o Ébola: “Para prevenir o contágio, nós, os pais, não podemos entrar na escola. O ambiente está muito limpo. Introduziram várias mudanças, por isso não temos medo do contágio”, conta o pai de um aluno da escola.