Última hora

Última hora

Bombardeamentos americanos matam dezenas de combatentes do Estado Islâmico

Em leitura:

Bombardeamentos americanos matam dezenas de combatentes do Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de combatentes do Estado Islâmico terão sido mortos ou feridos, nos ataques aéreos, lançados pelos Estados Unidos e aliados, esta segunda-feira à noite e terça de manhã. O alvo foi Raqqa, o principal reduto do movimento jihadista na Síria e a fronteira com o Iraque. A informação é avançada pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

É a abertura de uma nova frente de batalha. Os ataques tiveram como objetivo destruir armazéns de armas e edifícios utilizados pelo grupo sunita.

As autoridades sírias foram alertadas para os bombardeamentos antes destes serem iniciados.

Segundo os Estados Unidos são quatro os parceiros que estão a apoiar o país nos ataques aéreos à Síria, contra o Estado Islâmico: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Jordânia e Bahrain. França ficou de fora porque diz que a sua missão se confina ao Iraque.

A província de Raqqa é o principal reduto do Estado Islâmico, na Síria, mas a organização controla grande parte do país incluindo a fronteira com a Turquia, e a região petrolífera de Deir Ezzor.