Última hora

Última hora

Espanha: Rajoy afasta reforma sobre aborto, ministro da Justiça demite-se

Em leitura:

Espanha: Rajoy afasta reforma sobre aborto, ministro da Justiça demite-se

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro da Justiça espanhol demite-se e abandona a política. Alberto Ruiz-Gallardon, autor do de um controverso ante projeto-lei sobre o aborto, reagiu desta maneira à decisão de Mariano Rajoy deixar cair a proposta de reforma.

A poucos meses de importantes eleições municipais, o primeiro-ministro evita apostar capital político num tema que divide os espanhóis.

“Como primeiro-ministro tomei a decisão mais sensata. Vamos continuar a trabalhar em nome da coesão, mas o que não podemos ter é uma lei que será anulada quando outro governo tomar posse”, declarou Mariano Rajoy.

O Partido Popular tinha prometido a reforma mas o projeto colocou em pé de guerra grupos cívicos e partidos políticos a favor da liberalização do aborto.

“Finalmente, falharam na imposição da moral individual da igreja católica numa sociedade que é cada vez mais pluralista, reconhecendo o direito de decisão das mulheres na maternidade”, diz Gaspar Llamazares, da Esquerda Unida.

No último fim de semana os defensores da reforma tinham saído às ruas para exigir a planeada lei que apenas autorizaria a interrupção voluntária da gravidez em caso de violação ou risco de vida para as mães. A malformação do feto deixava de ser um argumento legal.