Última hora

Última hora

Greve da Air France poderá forçar abandono de plano de desenvolvimento da Transavia

Em leitura:

Greve da Air France poderá forçar abandono de plano de desenvolvimento da Transavia

Tamanho do texto Aa Aa

Os pilotos da Air France recusaram a proposta da empresa para tentar pôr fim à greve que dura há oito dias. Alexandre de Juniac, o diretor-executivo da companhia aérea, admitiu que poderá ver-se obrigado a abandonar o projeto de desenvolvimento da filial de baixo custo, Transavia.

A Air France propôs suspender até ao fim do ano o projeto, na origem do protesto, mas não convenceu os pilotos, que ameaçam manter a greve por tempo indefinido.

Juniac disse que “a Air France começava a levantar a cabeça e esses esforços foram aniquilados em poucos dias. É verdadeiramente triste, mas nenhuma companhia é imortal”.

Desde o dia 15, mais de metade dos voos da Air France foram cancelados, consequência da mais longa greve de pilotos desde 1998. A companhia estimou em 20 milhões de euros as perdas diárias devido ao protesto.

Os pilotos contestam o plano de desenvolvimento da Transavia, denunciando a deslocalização de empregos para países com piores condições laborais.