Última hora

Última hora

Paris recusa negociar com terroristas

Em leitura:

Paris recusa negociar com terroristas

Tamanho do texto Aa Aa

Paris recusa ceder à pressão dos extremistas que reivindicam o sequestro de um cidadão francês na Argélia.

O grupo ameaça executar o homem, de 55 anos, caso a França mantenha a ofensiva militar contra o Estado Islâmico.

Pierre Hervé foi raptado no domingo numa zona montanhosa a uma centena de quilómetros da capital argelina.

Um dia depois, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês confirmava a autenticidade do vídeo divulgado na internet onde os radicais davam um prazo máximo de 24 horas ao governo para tomar uma decisão.

A resposta chegou pela voz do primeiro-ministro francês. “O terrorismo joga com o medo e com o terror. A determinação no combate ao terrorismo é por isso, crucial e a França é, disso, exemplo. O terrorismo é uma tentativa para usurpar a liberdade e os valores fundamentais” refere Manuel Valls.

O rapto ocorre depois dos radicais do Estado Islâmico terem apelado à morte de cidadãos de países que integram a coligação internacional que combate os extremistas.