Última hora

Última hora

França de luto pela decapitação de Hervé Gourdel

Em leitura:

França de luto pela decapitação de Hervé Gourdel

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Saint-Martin-Vésubie, no departamento dos Alpes Marítimos, ainda estão a digerir a notícia. Hervé Gourdel, o homem que aí fundou uma agência de guias de montanha, foi decapitado por um grupo ligado ao Estado Islâmico.

As bandeiras estão recolhidas e as homenagens sucedem-se por todo o país. Os residentes da terra adotada pelo guia de montanha de 55 anos realizaram um minuto de silêncio.

“Hoje as montanhas, a França e a humanidade estão de luto. Portanto, foi importante para nós estar aqui hoje”, afirmou uma cidadã.

Também na Argélia, país onde Hervé foi raptado no domingo, o cidadão francês foi recordado, com uma mensagem muito clara. “O Islão é inocente em relação a estas mortes. O Islão é uma religião de paz. Isto é muito triste”, lamentou Kamal, residente em Tizi Ouezou.

Também em Paris, a comunidade muçulmana vai homenagear o refém assassinado, com uma concentração na sexta-feira.