Última hora

Última hora

UE propõe princípio de acordo entre Rússia e Ucrânia na contenda do gás

Em leitura:

UE propõe princípio de acordo entre Rússia e Ucrânia na contenda do gás

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia (UE) propôs um princípio de acordo para assegurar o fornecimento de gás russo à Ucrânia e à Europa, no próximo inverno.

A ser ratificado, Kiev compromete-se a pagar as faturas em atraso à Gazprom até ao final do ano, garantindo pelo menos cinco mil milhões de metros cúbicos de gás.

No rescaldo do encontro dos ministros da Energia da Rússia e da Ucrânia, em Berlim, com representantes da UE, o comissário com a pasta do setor, Günther Oettingermm, deixou entender a hipótese de um entendimento: “A escassez de gás destrói a confiança no gás e isso não será do interesse da Gazprom. Problemas de trânsito destroem a confiança na Ucrânia, o que pode não ser do interesse deles. A escassez de gás também se traduz em apartamentos frios na Bulgária, na Eslováquia e na Hungria, o que não nos interessa.”

O “pacote de inverno” precisa de “luz verde” dos chefes de Governo de Kiev e Moscovo. O ministro russo da Energia falou em “um passo importante” rumo a um entendimento, mas acrescentou que ainda existem detalhes por acertar.

A União Europeia compra à Rússia quase 40% do gás que consome.