Última hora

Última hora

Governo de Madrid contesta referendo em tribunal

Em leitura:

Governo de Madrid contesta referendo em tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

O governo de Madrid opõe-se ao referendo na Catalunha.
A Vice-Primeira Ministra, Soraya Saenz de Santamaria diz que o executivo vai a tribunal para recorrer da decisão de convocação da consulta sobre a independência, por a considerar inconstitucional.

“Nenhum governo, ninguém está acima da lei, porque ninguém está acima da vontade soberana de todos os espanhóis. O governo da nação tem a obrigação de proteger os direitos do povo espanhol. Gostaria de informar que esta manhã demos os primeiros passos para promover a revisão judicial contra a lei de consulta e contra o decreto do referendo “.

O principal partido de oposição, o Partido Socialista Operário Espanhol, apoiou a reação de Madrid embora insistindo no projeto de criar uma Espanha federal.

“Não podemos continuar assim, não vamos a lugar nenhum. Não haverá uma solução, sem direito a voto. Não haverá uma solução a longo termo se os catalães não puderem exprimir-se. O caminho é o diálogo, a negociação e o pacto “.

Como o tribunal aceita o processo de recurso, a consulta deve ser suspensa provisoriamente até que seja proferida uma decisão, deixando pouco espaço para a votação legal.