Última hora

Última hora

Alemanha: Funcionários de empresa de gestão de asilos para refugiados acusados de abusos

Em leitura:

Alemanha: Funcionários de empresa de gestão de asilos para refugiados acusados de abusos

Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha está em curso uma investigação depois de terem sido divulgadas fotos e um vídeo que mostram funcionários de uma empresa, chamada European Homecare, a violentar um argelino, de 20 anos, no centro para refugiados de Burbach.

Quatro homens, que se descobriu terem antecedentes criminais, estão sob investigação.

A European Homecare é uma das maiores empresas privadas alemãs de gestão de instalações vocacionadas para pessoas que pedem asilo à Alemanha e procuram um lugar onde ficar, a curto ou longo prazo.

Até aqui, os candidatos a segurança na empresa, não eram obrigados a apresentar o registo criminal, há quem alegue que isso se deve aos baixos salários pagos pela empresa. A porta-voz explica que há condicionantes no recrutamento:

“Às vezes somos obrigados a contratar pessoas sobre as quais não estamos 100% seguros e que temos de vigiar. Esse é um facto, porque tivemos quatro dias para criar o abrigo de Burbach.”

Um outro abrigo para refugiados, em Essen, está sob investigação após relatórios médicos documentarem lesões num refugiado. Uma instituição gerida pela mesma empresa.