Última hora

Última hora

Japão: Autoridades vigilantes em relação a eventuais erupções noutros vulcões

Em leitura:

Japão: Autoridades vigilantes em relação a eventuais erupções noutros vulcões

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da erupção vulcânica no monte Ontake, as autoridades japonesas estão a tomar medidas de precaução para o caso de haver outras erupções, no Monte Fuji, por exemplo. Ainda que não tenha sido lançado nenhum alerta.

Equipas de resgate, também militares, começaram o transporte aéreo de mais de duas dezenas de corpos, esta segunda-feira de manhã. Há ainda desaparecidos. As buscas estão a ser feitas a “conta-gotas”, devido à alta concentração de dióxido de enxofre no ar.

Acredita-se que mais de 30 pessoas terão morrido, em resultado deste fenómeno natural, de todo inesperado, que ocorreu no sábado:

“Não previmos esta erupção já que, situação idêntica, no Monte Ontake, não aconteceu muitas vezes e não tínhamos dados científicos suficientes”, explica Toshitsugu Fujii, da Agência de Meteorologia japonesa.

Aquando da entrada em erupção, este vulcão estava dado, em termos de risco, como nível 1, o mais baixo da escala.

O Monte Ontake, um destino de eleição para quem gosta de fazer escalada, fica localizado na principal ilha japonesa de Honshu.

Desde 1979 que não ocorria uma erupção semelhante aqui, na altura não houve vítimas.

A atividade sísmica no país é muito elevada, Ontake é apenas um dos 110 vulcões ativos, incluindo o famoso Monte Fuji.