Última hora

Última hora

Turismo da Hungria em forte crescimento

Em leitura:

Turismo da Hungria em forte crescimento

Tamanho do texto Aa Aa

A Hungria tornou-se um destino turístico de excelência, sobretudo para alemães e, mais recentemente, para russos e chineses.

O setor representa, atualmente, oito por cento do PIB deste país de cerca de 10 milhões de habitantes. Uma percentagem que o governo quer ver chegar aos 10%. E tudo indica estar no bom caminho.

O turismo – em geral – cresceu 5,5% no primeiro semestre, em relação ao período homólogo do ano passado. E, na hotelaria, em particular, as dormidas estão em forte progressão, como explica Gergely Horvath, vice-diretor-geral da Hungarian Tourism Ltd.: “O rendimento total das dormidas aumentou mais de 8 por cento. É o maior crescimento da Europa central e de leste. Na República Checa, na Polónia ou na Eslováquia o turismo está em queda e na Áustria, o aumento é muito ligeiro. Por isso, este aumento de 8% na ‘RevPar’ – a receita por quarto disponível – é extremamente positivo.”

Os banhos termais ou os cruzeiros no Danúbio são das principais atrações turísticas da capital. Mas a música – e concretamente as representações da Orquestra do Festival de Budapeste – atraem igualmente um grande número de visitantes.

Como explica Beatrix Asboth, correspondente da euronews em Budapeste, “para além das termas e dos festivais, os preços são também muito tentadores, na Hungria. Por exemplo, um gelado custa 90 cêntimos de euros, no centro de Budapeste, enquanto na Europa ocidental ele pode alcançar os dois euros e meio.”