Última hora

Última hora

As vedetas do Salão do Automóvel de Paris

Em leitura:

As vedetas do Salão do Automóvel de Paris

Tamanho do texto Aa Aa

O novo Mini com cinco portas é uma das presenças confirmadas no Salão do Automóvel de Paris que arranca este fim de semana. O grupo BMW espera ultrapassar as vendas do modelo anterior graças a um carro mais espaçoso.

O Mini cinco portas foi apresentado à imprensa em agosto mas só começa a ser comercializado este mês.

Mas há quem diga que o Mini, como o próprio nome indica, não foi feito para ser grande.

“O novo Mini cinco portas é controverso porque deixa de ser um carro pequeno e muitos fãs do Mini pensam que ele deve ser pequeno. A marca entra num novo território, chega a novas mercados como o das famílias e isso pode ajudar a vender mais carros”, afirma Jim Holder, jornalista especializado em Automóveis.

A Citroën vai exibir em Paris o novo protótipo da linha DS: o DS Divine.

Para compor um objeto luxuoso, a construtora automóvel colaborou com várias empresas, incluindo casas de joalharia e bordados. Para marcar um estilo próprio, o vidro traseiro, foi substituído por formas geométricas.

“Penso que o DS está a tentar impor um conceito de carro de luxo para se distinguir das marcas alemãs. Está a fazê-lo à maneira francesa, como muitos elementos de estilo, com mais elementos luxuosos do que é habitual e penso que é importante que haja diversidade na indústria”, considera Jim Holder.

O Jaguar XE chega ao mercado em 2015. O novo modelo de quatro portas vai concorrer com o Audi A4, o BMW Série 3 e o Mercedes Classe C.

“Penso que o maior destaque será o Jaguar XE, é o tudo ou nada para o fabricante. Ultrapassa o BMW Série 3 ou o Mercedes Classe C. Se for um sucesso o volume de vendas poderá duplicar”, diz Jim Holder.

A Peugeot promete chamar a atenção com uma nova versão do protótipo Exalt. O veículo apresenta uma nova combinação de materiais. Grande parte da carroçaria é revestida em aço bruto e a parte traseira contém um material inovador chamado Shark Skin.

A Peugeot trabalhou muito para convencer as pessoas de que pode rivalizar com a Volkswagen. Esse trabalha passa por mostrar carros de gama alta que entusiasmem as pessoas e o Exalt insere-se nessa linha. Não sei se vai ser vendido, duvido, mas é importante mostrar o caminho que a empresa quer seguir enquanto marca automóvel”, estima Steve Fowler, jornalista especializado em Automóveis.

Em 2015, deverá sair o Land Rover Discovery Sport.
O novo modelo conta com uma lotação para sete ocupantes. A fase de encomendas arranca este mês.

O modelo apresenta melhorias ao nível da segurança, da suspensão e do eixo traseiro.

“O Land Rover Discovery Sport substitui o Land Rover Freelander. É maior do que os carros da geração anterior e é muito mais frugal. Deverá ser um sucesso de vendas como aconteceu com os modelos anteriores nos últimos anos”, disse Jim Holder.

No início do ano, a Toyota apresentou o FT-1, iniciais que significam Future Toyota. A marca japonesa aposta num novo design, que classifica como mais emocional.

Em 2013, a Toyota mostrou o Japan Taxi, um automóvel concebido para ser acessível às pessoas com mobilidade reduzida.