Última hora

Última hora

Catalães reclamam nas ruas direito de votar depois de Tribunal Constitucional suspender referendo

Em leitura:

Catalães reclamam nas ruas direito de votar depois de Tribunal Constitucional suspender referendo

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se em Barcelona e várias outras cidades da Catalunha para reclamar o direito de votar no referendo à independência.

O Tribunal Constitucional espanhol suspendeu na segunda-feira a realização da consulta, convocada para 9 de novembro pelo governo regional catalão.

Carme Forcadell, presidente da organização independentista Assembleia Nacional Catalã, diz-se “bastante contente, pois apesar de toda a chuva, as pessoas quiseram exprimir o seu desejo de votar e a sua vontade de democracia. E não percebem por que razão o Estado espanhol está a limitar e impedir a sua opinião e o seu direito de votar”.

Madrid considera, por seu lado, que a própria convocação do referendo, apesar do caráter não vinculativo, viola a lei fundamental espanhola.

Uma manifestante diz que, por ela, “declarava unilateralmente a independência, mas estamos aqui para tentar fazê-lo de forma democrática”.

Outro diz que “a luta continua e acabaremos por vencer”.

O governo regional decidiu suspender temporariamente a campanha institucional para a consulta popular e prepara-se para apresentar recurso junto do Tribunal Constitucional, acreditando na possibilidade de um desfecho favorável.