Última hora

Última hora

Erdoğan quer operação terrestre contra o Estado Islâmico

Em leitura:

Erdoğan quer operação terrestre contra o Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

Recep Tayyip Erdoğan admite que a Turquia pode entrar numa operação militar contra o grupo radical autodenominado Estado islâmico, no Iraque ou na Síria, tal como emprestar as bases turcas aos membros da coligação internacional.

Mas as prioridades, para o primeiro-ministro turco, são acabar com o regime de Bashar el-Assad, na Síria, e evitar um maior influxo de refugiados curdos. Os separatistas curdos, representados pelo PKK, são já uma dor de cabeça suficiente para Erdoğan.

“A nossa prioridade é enviar o milhão e meio de refugiados para os países de origem e assegurarmo-nos de que ficam em segurança nesses países”, disse o PM turco no parlamento.

Erdoğan defende uma intervenção terrestre e diz que os bombardeamentos só fazem prolongar a ameaça e o perigo. Disse ainda que a Turquia não é um país à procura de soluções temporárias.