Última hora

Última hora

Espeleólogo resgatado ao fim de 12 dias

Em leitura:

Espeleólogo resgatado ao fim de 12 dias

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou bem a história do espeleólogo espanhol que ficou preso no fundo de uma caverna, no Peru, durante 12 dias. Cecilio López-Tercero tinha caído a 400 metros de profundidade, a mais de dois quilómetros da saída da gruta, quando participava numa missão onde estavam espeleólogos de vários países.

O resgate foi possível graças ao esforço de mais de cem pessoas, incluindo um grupo de 58 que foram propositadamente de Espanha para participar no salvamento. Foi uma operação que durou vários dias, por causa das características da caverna e das lesões de López-Tercero.

Foi já transportado de helicóptero para Lima. Sabe-se que tem costelas fraturadas e lesões nas vértebras, mas não se conhece ainda a profundidade dos ferimentos.