Última hora

Última hora

Em leitura:

InCopper: O cobre na prevenção de infecções hospitalares


hi-tech

InCopper: O cobre na prevenção de infecções hospitalares

Há vários anos que os investigadores trabalham as propriedades antibacterianas do cobre e em particular a sua aplicação para travar infecções hospitalares.

Em Santiago do Chile, uma unidade de queimados está a utilizar roupas hospitalares embebidas com um material à base de cobre que limita o desenvolvimento de bactérias, fungos e vírus. Os promotores acreditam que este material pode tornar os hospitais à volta do mundo mais seguros para pacientes e médicos.

O investigador Luis Amestica explica que “quando as bactérias entram em contacto com o cobre, este liberta iões que penetram nas paredes das células. Ao fazê-lo, altera os processos metabólicos das bactérias, matando-as”.

O InCopper, assim se chama o material, foi desenvolvido pela companhia chilena Copper Andino. A empresa afirma que este material pode ser utilizado em todos os tipos de roupa hospitalar, das batas aos lençóis de cama.

O director-geral da empresa explica que desenvolveram um “Tecido Não Tecido (TNT) com cobre que tem propriedades bactericidas, o que significa que elimina fungos, bactérias e vírus que entrem em contacto com o material. Isto limita as infecções que possam ser transmitidas pelo paciente ao médico e vice-versa”.

A empresa afirma que o InCopper ajuda a eliminar mais de 90% dos fungos, vírus e bactérias que entram em contacto com o material. Um avanço que pode ser importante para combater as infecções hospitalares.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
As vedetas do Salão do Automóvel de Paris

hi-tech

As vedetas do Salão do Automóvel de Paris