Última hora

Última hora

Escândalo de corrupção entre a Microsoft e o governo da Roménia

Em leitura:

Escândalo de corrupção entre a Microsoft e o governo da Roménia

Tamanho do texto Aa Aa

É o escândalo que está a abalar a Roménia: a Microsoft terá pago “luvas” a ex-ministros, para conseguir contratos no país. A DNA – a agência nacional anticorrupção – pede agora o levantamento da imunidade dos nove ex-ministros envolvidos – o que será decidido pelo parlamento no próximo dia 8.

Os dirigentes são suspeitos de crimes de subornos, lavagem de dinheiro e tráfico de influências num negócio que ascendeu a mil milhões de euros.

“Todos os procedimentos estão a ser respeitados e ninguém se recusa a cooperar. Todos os envolvidos terão a possibilidade de se defenderem. São pessoas que sempre tiveram uma boa reputação e têm o direito de explicar os respetivos pontos de vista”, garantiu o primeiro-ministro, Victor Ponta.

Aliás, segundo uma testemunha da DNA, até o atual primeiro-ministro terá facilitado, na altura, um contrato entre a Microsoft e o ministério da Edução.

O contrato para a compra de licenças da Microsoft data de 2004 e foi assinado entre o governo romeno e a Fujitsu Siemens Computers, representante da Microsoft no país.