Última hora

Última hora

Espanha: Desemprego cresce mas pouco em setembro

Em leitura:

Espanha: Desemprego cresce mas pouco em setembro

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego voltou a crescer em Espanha. De agosto para setembro, quase mais 20.000 pessoas ficaram sem trabalho, mas tratou-se do menor aumento do indicador desde o período homólogo de 2007.

Em média, nos últimos seis anos, o desemprego cresceu em cerca de 70.000 pessoas no mês de setembro, por causa do encerramento dos postos de trabalho sazonais.

Segundo os dados oficiais, Espanha contava, em setembro, com 4.447.650 desempregados.

Em termos anuais, os dados são animadores. O número de inscritos nos centros de emprego caiu em perto de 277.000 pessoas, uma redução de 5,86% que foi quase toda alcançada já em 2014. Mesmo assim, a Espanha continua a ter a maior taxa de desemprego da União Europeia a seguir à Grécia: 24,5% da população espanhola não tem emprego.