Última hora

Última hora

Putin diz que sanções são "um estímulo"

Em leitura:

Putin diz que sanções são "um estímulo"

Tamanho do texto Aa Aa

As sanções ocidentais são um estímulo para que a Rússia desenvolva o mercado interno e encontre novos parceiros económicos. Foi a ideia que o presidente russo Vladimir Putin deixou na abertura do fórum económico “Russia Calling”, um evento organizado todos os anos por um banco.

O presidente disse que considera as sanções injustas e que esta é uma situação que o país vai ultrapassar: “As condições tornaram-se mais complicadas para nós. No entanto, como já mencionei, este é um estímulo para nós. Precisamos de mobilizar recursos e tomar as boas decisões. Uma das nossas prioridades é aprofundar os negócios, o comércio e as parcerias de investimento com os países da América Latina, do Pacífico e o grupo BRICS, como a China e a Índia”.

Vladimir Putin disse ainda que não quer impor restrições à circulação de capital estrangeiro, numa altura em que a cotação do rublo está em queda por causa das sanções. Putin quer também criar alternativas ao sistema de transferências internacionais Swift, do qual a Rússia foi excluída.