Última hora

Última hora

Acordo comercial EU e EUA carece de transparência

Em leitura:

Acordo comercial EU e EUA carece de transparência

Tamanho do texto Aa Aa

Α União Europeia terminou a sétima ronda de negociações para chegar a um acordo conhecido como Comércio e Investimento de Parceria Transatlântica (TTIP) com os Estado Unidos.

Um número crescente de críticos na América e Europa têm levantado dúvidas quanto ao verdadeiro interesse deste plano denunciando que os negócios irão favorecer as empresas através da desregulamentação tudo, desde o uso dos produtos químicos até ao mercado de trabalho e à propriedade intelectual.

As negociações têm sido secretas no exterior Washington e os dois principais negociadores tentaram, numa conferência de imprensa passar uma ideia positiva.

Dan Mullaney, um dos negociadores explica:

“Ouvimos a preocupação de que as negociações não devem exigir a privatização dos serviços públicos, tais como serviços de água, educação, cuidados de saúde nacional. Assim, congratulamo-nos com a oportunidade de confirmar que os Estados Unidos não incluem essas disposições nos seus acordos comerciais e não estamos a fazer essa negociação. “

O seu homólogo da UE, Ignacio Garcia-Bercero, rejeitou também as críticas de que o TTIP iria criar um novo ambiente económico com os padrões industriais ou agrícolas mais baixos.

“Nada vai ser feito o que possa diminuir ou pôr em perigo a protecção do ambiente, a saúde, a segurança, os consumidores, a privacidade dos dados ou mesmo qualquer outro aspeto da vida pública.”

O correspondente da Euronews explica : “Os principais negociadores também abordaram a questão controversa da transparência, embora não de forma convincente. As palestras foram realizadas em segredo, apenas um mínimo de informação foi dada à imprensa e ninguém estava disposto a dizer quanto tempo vão durar as negociações e o que devemos esperar. “