Última hora

Última hora

Confrontos regressam às ruas de Hong Kong

Em leitura:

Confrontos regressam às ruas de Hong Kong

Tamanho do texto Aa Aa

Em Hong Kong, polícia e manifestantes pró-democracia voltaram a entrar em confrontos, esta madrugada. A tensão aumentou perto das quatro da manhã, hora local, as autoridades policiais enfrentam centenas de manifestantes que os acusam de abusos e ataques.

Para pôr fim aos tumultos, e recuperar o controlo de algumas das ruas que foram ocupadas, a polícia usou gás pimenta. A polícia de Hong Kong vai enviar mais 250 efetivos para as áreas onde estão decorrem os protestos:

“Reitero que a prioridade da força policial, em situações de emergência, é controlar a situação, proteger os cidadãos do perigo, restaurar a ordem e defender o Estado de direito”, afirma Cheung Tak-keung, assistente do Comissário de polícia.

Os confrontos eclodiram em Mong Kok e Causeway Bay, duas grandes áreas comerciais de Hong Kong, na noite de sexta-feira para sábado fazendo alguns feridos entre civis e polícias. Dezanove pessoas foram detidas.

Nos últimos dias, os manifestantes têm ocupado zonas vitais ao normal funcionamento da cidade, como estradas, afetando “seriamente o tráfego e a vida das pessoas”, segundo as autoridades chinesas.