Última hora

Última hora

Polícia mexicana suspeita de massacre de estudantes

Em leitura:

Polícia mexicana suspeita de massacre de estudantes

Tamanho do texto Aa Aa

Uma denúnica anónima revelou uma vala comum com dezenas de corpos no Estado de Guerrero, no sudeste do México, que poderão pertencer a estudantes desaparecidos na região depois de um protesto.

A vala foi encontrada na área urbana de Iguala, onde estão aquartelados elementos da Marinha e da Polícia Judiciária sobre quem recaem as suspeitas.

Este representante da Comissão Nacional dos Direitos Humanos confirma: “Fizemos um contato visual, de longe, de modo a não interferir. Estamos a cooperar com o trabalho que está a ser feito. O lugar é inacessível com uma estrada de dois quilómetros muito difícil.”

Os jovens desapareceram na sequência de um surto de violência na cidade, na sexta-feira, de que resultaram seis mortos e 25 feridos em diferentes zonas do município.

O Procurador responsável pela investigação defende: “ O Estado mexicano não pode permitir que um incidente tão chocante fique impune. Vamos fazer tudo para esclarecer este acontecimento”.

O caso dos estudantes tem emocionado a comunidade mexicana, especialmente quando se soube que pelo menos 22 polícias locais dispararam contra os jovens durante as manifestações para reclamar reformas.


View Larger Map