Última hora

Última hora

Brasil: Dilma e Aécio na segunda volta da eleição presidencial

Em leitura:

Brasil: Dilma e Aécio na segunda volta da eleição presidencial

Tamanho do texto Aa Aa

o Brasil, Dilma Roussef ganha primeira volta da eleição presidencial , mas faz o pior resultado do Partido dos Trabalhadores (PT) nos últimos 12 anos.

A presidente cessante alcança 42% dos votos e enfrenta na segunda volta, o candidato do Partido Social Democrata (PSDB).

Dilma diz que há um recado neste resultado:

“Um recado simples. Um recado que diz que devo seguir em frente, que devo continuar nesta luta, com cada um desses eleitores e dessas eleitoras para mudar o Brasil”.

Aécio Neves, por seu turno, faz melhor do que o esperado pelas sondagens. O candidato do PSDB alcança 34% dos votos e parte para a segunda volta galvanizado.

Depois de conhecidos os resultados, afirmou:

“A vitória neste primeiro turno foi da mudança. Os candidatos da oposição tiveram a maioria dos votos. Vamos continuar unidos para que possamos, no segundo turno, vencer as eleições e darmos aos brasileiros um governo honrado, um governo digno, um governo eficiente”.

Surpreendente foi a perda de terreno da candidata ecologista que, ao longo de quase toda a campanha, foi indicada pelas sondagens como a rival mais provável de Dilma Roussef na segunda volta.

Com apenas 22% de votos, Marina Silva fica de fora da corrida ao palácio do Planalto, mas sabe que pode contribuir para fazer lá chegar o candidato que decidir apoiar.

Segundo a imprensa brasileira, a ecologista terá dado sinais de que vai apoiar Aécio Neves.