Última hora

Última hora

EuroDisney resgatada pelo "Tio Sam"

Em leitura:

EuroDisney resgatada pelo "Tio Sam"

Tamanho do texto Aa Aa

A EuroDisney tenta evitar a bancarrota com o anúncio de um quarto plano de reestruturação desde a abertura do parque de atrações, em Paris, em 2002.

A casa-mãe norte-americana apresentou um plano para refinanciar a filial europeia que faz face a uma dívida de 1700 milhões de euros, depois das ações da companhia registarem uma queda de 54% nos últimos cinco anos.

A Disney anunciou a injeção de 420 milhões de euros no parque de Paris, assim como uma operação pública de venda na bolsa para converter em ações cerca de 600 milhões de euros de dívida.

Apesar de ser o parque privado mais visitado da Europa, com 15 milhões de entradas no ano passado, as finanças da EuroDisney prosseguem no vermelho após três planos de reestruturação.

O anúncio do resgate do Castelo da Cinderella pelo “Tio Sam” fez cair o valor da ação da Eurodisney na bolsa de Paris em 20%.