Última hora

A guerra contra o autodenominado Estado Islâmico está às portas da Turquia. Na cidade de Kobani, na Síria, os radicais ergueram uma bandeira, mas a cidade está longe de estar tomada. Continua a ser palco de confrontos entre os islamitas e os combatentes curdos.

A Turquia tenta manter a guerra o mais longe possível. Perto daqui, mas do lado turco, as forças de segurança turcas usaram gás lacrimogéneo para dispersar um grupo de civis curdos e de jornalistas. Os confrontos aconteceram no campo de refugiados de Sanliurfa.

Os tanques turcos continuam concentrados nesta zona da fronteira, com canhões apontados à Síria. Já várias vezes projéteis do conflito no país vizinho têm caído em território turco. Um roquete caiu numa casa numa aldeia fronteiriça na Turquia e fez cinco feridos.

A NATO está pronta a intervir neste conflito, se a Turquia for atacada.