Última hora

Última hora

Jardim zoológico de micróbios abre portas em Amesterdão

Em leitura:

Jardim zoológico de micróbios abre portas em Amesterdão

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro jardim zoológico dedicado aos micróbios abriu as portas em Amesterdão.

O espaço chama-se Micropia e dá a ver um mundo invisível a olho nu.

Apesar de serem associados a doenças e problemas de saúde, os micróbios são essenciais para a vida humana.

Eles estão em todo o lado, em todos os objetos do quotidiano. Sem saber, cada pessoa transporta dois quilos de micro-organismos.

A microbiologia é uma ciência com um elevado potencial, da produção de energia, à agricultura e à medicina.

Através de um ecrã gigante, o público pode descobrir em que parte do corpo tem mais micróbios.

Outra das atrações da exposição é o chamado
“Beijometro”, uma máquina que mostra quantos micróbios são trocados durante um beijo.

“O museu retrata o mundo invisível. Dois terços do mundo natural do planeta são invisíveis. Para torná-lo visível é preciso tomar consciência de que um ser humano transporta dois quilos de micro-organismos e bactérias. Quando tomamos consciência de que temos dez vezes mais micro-organismos no corpo do que células então percebemos que fazemos parte desse mundo invisível”, explicou Haig Balian, fundador do Micropia.