Última hora

Última hora

PE vota contra Tibor Navracsics na pasta da Educação e Cidadania

Em leitura:

PE vota contra Tibor Navracsics na pasta da Educação e Cidadania

Tamanho do texto Aa Aa

A comissão de Cultura do Parlamento Europeu rejeitou, esta segunda-feira, a candidatura do húngaro Tibor Navracsics a comissário europeu para a Educação, Cultura, Juventude e Cidadania.

Os eurodeputados consideram que o ex-ministro da Justiça da Hungria não tem perfil para esta pasta, mas que poderá ocupar outro lugar na futura Comissão Europeia.

Foi a primeira derrota nas audições à equipa proposta por Jean-Claude Juncker, no dia em que outra candidata polémica foi ouvida pelos eurodeputados.

Face às acusações de se ter auto-nomeado para o cargo sem o consentimento do atual Governo esloveno, a ex-primeira-ministra Alenka Bratusek disse que “foi enviada uma lista com três nomes, incluindo o meu. A decisão final foi tomada por Jean-Claude Juncker”.

Alenka Bratusek também não convenceu ao nível das ideias para assumir o cargo de vice-presidente com a altamente sensível pasta da União Energética.

A eurodeputada socialista Ana Gomes disse que “ela teve dificuldade em entender as perguntas, pelo que nem vale a pena falar das respostas”.

O colega dos Verdes, Claude Turmes, realçou que “a união energética e as alterações climáticas precisam de verdadeira liderança. Ela não mostrou liderança, escondeu-se atrás dos artigos do Tratado, dizendo que a Comissão não pode fazer nada sem o acordo dos 28 Estados-membros. Seria o fim de uma política europeia progressista para a energia e o clima”.

As audições terminam esta terça-feira, podendo Jean-Claude Juncker fazer reajustes na equipa até ao voto final, no plenário do Parlamento Europeu, a 22 de outubro.