Última hora

Última hora

México: Polícia federal e exército garantem segurança na cidade em que desapareceram 43 estudantes

Em leitura:

México: Polícia federal e exército garantem segurança na cidade em que desapareceram 43 estudantes

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia federal do México tomou conta da segurança na cidade de Iguala, mergulhada numa onda de violência, que começou há dez dias com vários ataques seguidos do desaparecimento de 43 estudantes.

O responsável pelo sistema de segurança pública, Monte Alejandro Rubido, explicou em conferência de imprensa que “a polícia federal assume a partir de agora a segurança em Iguala e, em circunstâncias especiais, será acompanhada pelo exército”.

É a resposta do governo às famílias dos estudantes desparecidos enquanto as autoridades investigam os 28 corpos encontrados em várias fossas comuns nas proximidades da cidade.

No dia 26 de setembro um grupo de estudantes de uma escola profissional, que se tinha apoderado de um autocarro, foi atacado a tiro por elementos do gang Guerreros Unidos e elementos da polícia. Seis morreram no local; 43 desapareceram.

As famílias pedem justiça. Pelo menos 30 pessoas foram já detidas, entre elas 22 polícias.

Três dos detidos terão confessado a morte de 17 estudantes.