Última hora

Última hora

Batalha de Kobani espalha violência por toda a Turquia

Em leitura:

Batalha de Kobani espalha violência por toda a Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

A luta que se trava na cidade síria de Kobani, entre jihadistas islâmicos e militantes curdos, está a provocar uma onda de violência por toda a Turquia.

Pelo menos uma dúzia de pessoas perdeu a vida na terça-feira.

Na cidade de Diyarbakir, capital do Curdistão turco, foi decretado o recolher obrigatório após um dia de confrontos entre curdos, grupos islâmitas e forças da ordem.

Os curdos – cerca de 20% da população da Turquia – sairam para as ruas das principais cidades em protesto. Acusam o governo e o AKP, o partido no poder, de imobilismo e cumplicidade com os extremistas do grupo Estado Islâmico.

Também em Ancara e Istambul, a violência continua. Testemunhas falam de lojas, bancos e até escolas queimadas.

O presidente, Recep Taiyyp Erdogan, já avisou que a Turquia está contra o terror do grupo Estado Islâmico como contra o terror do PKK – o Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

A situação é explosiva. Há quem tema que, se Ancara se decidir por uma intervenção militar no Curdistão não distinga entre jihadistas do Estado Islâmico e militantes curdos.