Última hora

Última hora

Vice-secretária de Estado dos EUA visita Ucrânia e deixa recados a Poroshenko e a Putin

Em leitura:

Vice-secretária de Estado dos EUA visita Ucrânia e deixa recados a Poroshenko e a Putin

Tamanho do texto Aa Aa

Em visita à Ucrânia, a Vice-secretária de Estado norte-americana, pressionou o país para que tome as rédeas e consiga a pacificação do seu território através da definição clara de fronteiras. Defendendo a posição norte-americana, Victoria Nuland, afirmou que a Ucrânia tem de voltar a controlar a fronteira leste do país.

Nuland afirmou ainda que a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa só pode fazer o seu trabalho, corretamente, na Ucrânia, se estiverem criadas condições as de paz:

“A OSCE é uma missão civil de observação, não é uma missão militar. Portanto, só pode funcionar em condições de paz. É assim que tem trabalhado nas áreas de estatuto especial, onde há paz, mas onde são mais necessários, onde os tiroteios continuam, eles não podem trabalhar e é por isso que insistimos, com o Presidente Poroshenko, na importância de um cessar-fogo total, particularmente, no aeroporto de Donetsk, Debaltseve, Schasttya e insistimos também na importância de dar atenção à fronteira internacional, a fronteira entre a Ucrânia e a Rússia.”

A diplomata norte-americana acrescentou ainda que o seu país já deu 10 milhões dólares em equipamentos para apoiar a guarda fronteiriça ucraniana.

“O equipamento será entregue, amanhã, na região onde decorre a operação antiterrorista, Donbas. Além disso, até ao final de 2014, os Estados Unidos da América vão disponibilizar, aos soldados ucranianos, mais 50 veículos blindados e milhares de coletes à prova de bala “, adianta a correspondente da euronews na Ucrânia, Maria Korenyuk.