Última hora

Última hora

Ébola: EUA reforçam controlo nos principais aeroportos

Em leitura:

Ébola: EUA reforçam controlo nos principais aeroportos

Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que morreu o primeiro paciente infetado com o Ébola, nos Estados Unidos da América, as autoridades norte-americanas anunciaram que mais uma pessoa pode estar infetada com o vírus.

Segundo as autoridades do Texas, o paciente não teve contacto do Thomas Eric Duncan, mas terá estado no apartamento do liberiano.

Este paciente afirmou ter estado no apartamento do paciente com ébola, em Dallas, e teve algum contacto com os familiares. Gostaria de enfatizar que, neste momento, a informação de que dispomos é que ele não teve contacto com Duncan mas com membros da família que estiveram no interior do apartamento”, afirma o chefe da Corporação dos Bombeiros de Dallas, Mark Piland.

Thomas Eric Duncan, de 42 anos, natural da Libéria, tornou-se na primeira pessoa infetada com o Ébola a morrer fora de África.

Os hospitais de Nova Iorque estão a preparar-se para um possível surto de Ébola, pondo em marcha vários exercícios e simulações de modo a identificar e isolar, com segurança, uma pessoa suspeita de ter o vírus.

A Casa Branca anunciou que vai reforçar o controlo nos cinco principais aeroportos dos Estados Unidos, onde chegam a maioria dos passageiros provenientes da Libéria, Serra Leoa e Guiné-Conacri.