Última hora

Última hora

Demissão da comissária eslovena no topo da atualidade europeia

Em leitura:

Demissão da comissária eslovena no topo da atualidade europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Nesta edição do “Europe Weekly” damos destaque à demissão da comissária europeia indigitada pela Eslovénia depois de ter chumbado na audição no Parlamento Europeu.

Face à controvérsia sobre as circunstâncias por detrás da sua candidatura e este voto, a ex-primeira-ministra eslovena, Alenka Bratušek, renunciou a uma das vice-presidências na nova Comissão Europeia. O presidente eleito, Jean Claude Juncker, aceitou de imediato o pedido de demissão.

Recordamos, ainda, a reunião dos líderes da União Europeia para discutirem o alto nível de desemprego. Teve lugar em Milão e, como se antecipava, não produziu nenhuma decisão nova. Nas ruas da cidade italiana, manifestantes criticaram os líderes europeus por desvalorizarem o trabalho e os salários.

O “Europe Weekly” passa ainda em revista os protestos da comunidade curda por causa da ofensiva extremista em Kobani e a prestação da artista Conchita Wurst, tendo ambos os acontecimentos marcado a atualidade do Parlamento Europeu.