Última hora

Última hora

Iémen perto da guerra civil

Em leitura:

Iémen perto da guerra civil

Tamanho do texto Aa Aa

A crise política e religiosa no Iémen ameaça transformar-se em guerra civil.

Dois atentados suicidas, um deles contra uma manifestação de xiitas, causaram pelo menos 67 mortos.

O primeiro ataque ocorreu em Sanaa e deixou 47 mortos e 150 feridos. O suicida fez-se explodir junto a um posto de controle dirigido por rebeldes xiitas, conhecidos como houthis, que pertencem à minoria zaidita.

No final de setembro, os houthis assumiram o controle da capital, mas um acordo mediado pela ONU conseguiu pôr fim aos combates nas ruas mas não às divergências.

O segundo ataque desta quinta-feira foi realizado perto de Mukalla, no sudeste do país, causou a morte de vinte soldados.

O atentado em Sanaa foi o maior cometido na capital desde o dia 21 de maio de 2012.

Estas ações ocorreram depois da renúncia do primeiro-ministro Ahmed Awad bin Mubarak.