Última hora

Última hora

Nobel da Paz distingue militantes pelos direitos das crianças

Em leitura:

Nobel da Paz distingue militantes pelos direitos das crianças

Tamanho do texto Aa Aa

As crianças, os direitos das crianças, foram o objetivo do Comité Nobel que atribuiu o prémio Nobel da paz 2014 a Malala Yousafzai e Kailash Satyarthi.

Malala Yousefazai, militante pelo direito da educação de raparigas, já era conhecida mundialmente depois de ter sido baleada pelos talibãs por causa de um artigo que escreveu para um media ocidental.

Com 17 anos, Malala é a mais jovem pessoa alguma vez a ser agraciada com o Nobel da paz.

Na terra natal no Paquistão, família, amigos e residentes celebraram a distinção.

Um professor de Malala explica que ela “é uma miúda inteligente que sempre teve o ensino, a educação no coração em especial para as miúdas. Ela obteve um grande sucesso, estamos muito orgulhosos dela, hoje”, sublinha.

Nas ruas de Nova Deli, na Índia, muitas crianças mostraram o contentamento por Kailash Satyarthi, alguém que abandonou a engenharia elétrica para se bater contra a exploração das crianças para proveito financeiro.

“Graças aos esforços desta pessoa, crianças estão a estudar e não estão a trabalhar. É bom que ele tenha ganho prémio”, diz um menino.

Kailash Satyarthi estima que existem 60 milhões de crianças na Índia a exercer trabalho forçado, ou seja, seis por cento da população.